Prefeito de Itaporã decreta fechamento do comércio para evitar propagação de Pandemia

  • 22/03/2020 19:51
  • Saúde
Restaurantes e lanchonetes poderão atender apenas com serviço delivery.

O Prefeito de Itaporã Marcos Pacco determinou o fechamento do comércio em Itaporã visando evitar a propagação do coronavírus. Em uma reunião realizada  com secretários, diretores e assessores neste domingo 22, o líder do poder executivo decretou o fechamento do comércio além do toque de recolher.

O decreto 024/2020 determina que seja INTEIRAMENTE VEDADO o atendimento ao público em estabelecimentos comerciais em funcionamento no Município de Itaporã, sob regime de quarentena, entre eles;

Ambulantes e camelôs; 

Clínicas de estética, salões de beleza (cabelereiros e barbeiros), serviços de manicure; 

Reuniões privadas alusivas a festas de aniversário, casamento, bodas e outras de qualquer natureza;

Clínicas odontológicas, de saúde bucal, públicas ou privadas, além de todos os atendimentos ambulatoriais e

eletivos de saúde pública, exceto casos de urgência e emergência; 

Visitas a pacientes internados no Hospital Municipal Lourival Nascimento da Silva, com exceção para

acompanhantes de idosos e crianças;

Atendimento ao público em geral por parte das instituições bancárias, correspondentes bancários e lotéricas;

Comércio de utilidades domésticas, roupas, calçados, materiais de construção, móveis e eletrodomésticos, autopeças, óticas, relojoarias, joalherias informática, escritórios em geral, bicicletarias, empresas gráficas, oficinas mecânicas, tabacarias, academias e demais atividades comerciais não relacionadas neste inciso e que não sejam consideradas essenciais;

Também está proibida a realização de Eventos beneficentes na cidade. Os Bares, conveniências, restaurantes, lanchonetes, pizzarias, sorveterias, e cafés poderão efetuar entrega em domicílio dos alimentos prontos e embalados, desde que adotadas as medidas estabelecidas pelas autoridades de saúde de prevenção ao contágio e contenção da propagação da infecção viral relativa ao coronavírus, até as 21:00 horas, impreterivelmente;

Continua abrindo para atendimento ao público as empresas;

A) Serviços de tratamento e abastecimento de água; 
b) Serviços de transmissão e distribuição de energia elétrica;
c) Distribuidoras de gás;
d) Serviços Funerários; 
e) Telecomunicações; 
f) Segurança privada;
g) Distribuição e comercialização de medicamentos e gêneros alimentícios tais como farmácias, supermercados e afins.
h) Postos de combustíveis, sendo estes exclusivamente para abastecimento de veículos;
i) Assistência médica e hospitalar; 
j) Caixas Eletrônicos; 

As Padarias, açougues, distribuidoras de bebidas, farmácias/drogarias e minimercados em quantidade não superior a 3 (três) pessoas por atendimento, os  Supermercados em quantidade não superior a 10 (dez) pessoas por atendimento, as Capelas funerárias não superior a 10 (dez) pessoas por ambiente e os Caixas eletrônicos não superior a 03 (três) pessoas por ambiente; 

O controle quanto ao fluxo de clientes ficará sob a responsabilidade do estabelecimento comercial, e o descumprimento das normas previstas neste Decreto acarretará as devidas penalidades legais. 

Lembrando que o toque de recolher em Itaporã estará vigente até o dia 7 de abril.
 

Rafael Campos da Assessoria

Comentários:

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas de Prefeitura de Itaporã.