Pacco esclarece matéria sobre os Móveis da Creche do Santa Terra.

  • 10/03/2018 10:16
  • Assessoria de Comunicação
A verdade é que encontramos a creche do mesmo jeito que deixamos e hoje ela esta lá terminada e com todos os móveis para quem quiser ver.
Pacco esclarece matéria sobre os Móveis da Creche do Santa Terra.

O prefeito de Itaporã Marcos Pacco (PSDB) emitiu na manhã deste sábado (10), uma nota através de sua assessoria de comunicação sobre a matéria veiculada em vários órgãos de imprensa  regionais e reproduzida por veículos de comunicação locais de Itaporã , que traziam em sua manchete sensacionalismo sobre a compra dos Móveis do Centro de Educação Infantil Milton Menani, localizada no Jardim Santa Terra na grande COHAB.

Alguns sites anunciaram que: “MPF move ação contra prefeito por compra de móveis para escola inacabada”. Já outros foram sensacionalistas ao extremo, chegando a em seu título que o MPE estaria pedindo a cassação do prefeito de Itaporã por fralde, isso porque, Pacco até então não foi nem notificado sobre o assunto em questão.

Marcos Pacco lamenta os demais sites locais de Itaporã terem reproduzido (copiado) tal matéria sem tomar conhecimento com a Assessoria de comunicação, uma vez que por ser imprensa local há esta proximidade e facilidade de esclarecer o assunto,  passando para a população a realidade do que realmente está acontecendo.

Ao tomar conhecimento dessas matérias veiculadas, o prefeito disse entender que a imprensa faz o seu papel, porém ate o momento não teve conhecimento de nenhum contato estabelecido entre os referidos Jornais com a prefeitura ou com a sua assessoria de imprensa, a fim de falar sobre o assunto.

O prefeito disse que se coloca a inteira disposição do todos os órgãos de comunicação para dirimir qualquer duvida sobre a matéria em questão através de sua Assessoria de comunicação, email: [email protected] / [email protected] , telefones 067 3451-1579 / 9.99293696.


Para esclarecimento a quem possa interessar, Pacco iniciou a nota da seguinte maneira: 

“Quanto à aquisição dos móveis, fizemos um pregão com todas as publicações devidas, de forma correta, dentro do prazo e publicadas nos órgão oficiais do município para realmente compramos os moveis”.

Respeitamos o entendimento do Ministério Público diante da denuncia, mas os recursos de R$ 104.000,00 com contra partida de R$ 10.000,00 do município, foi um parcela vinda do FNDE exclusivamente, repito, EXCLUSIVAMENTE, para a compra somente dos móveis, nada tendo a ver com os recursos destinados para a construção da referida Creche.

O dinheiro para esta aquisição foi depositado numa conta da prefeitura, e nós na intenção de agilizar a compra, abrimos um processo licitatório conforme manda a lei, seguindo todos os trâmites legais e assim compramos os móveis antes mesmo da Creche estar terminada.

Lembramos que na época centenas de outras creches estavam nas mesmas condições em todo pais, e muitas delas, até os dias atuais estão inacabadas em varias regiões do país. Pois bem, compramos os móveis e os guardamos devidamente, vindo a serem usados quatro anos depois quando assumimos o mandato 2017/2018, e em sete meses de administração, terminamos a obra que estava parada há quatro anos. Hoje esses móveis estão na Creche à disposição de qualquer cidadão que queira ver, como também a disposição de qualquer órgão de imprensa. Vale lembrar que compramos na época, porque, se deixássemos para adquirir nos dias de hoje, não compraríamos nem a metade dos mobiliários.

Fizemos isso para aplicar o dinheiro destinado com uma lista especifica listada pelo FNDE e simplesmente agilizamos o pregão para comprar os móveis nos preços condizentes com os recursos recebidos na época. Estou tranquilo e vou responder estas acusações que chegaram o Ministério Público, pois fizemos tudo dentro da transparência. Quanto a denuncia estamos tranquilos, para nós já não é novidade, pois já houve dezenas de denuncias referentes a esta creche e até mesmo uma CPI e outras tentativas de jogo político.

A verdade é que encontramos a creche do mesmo jeito que deixamos e hoje ela esta lá terminada e com todos os móveis para quem quiser ver. Reitero que respeito o trabalho do Ministério Público, mas vejo que isso é mais uma denúncia anônima de um agente doutrinado a nos atacar de uma forma que, de longe parece ser uma coisa que na verdade não é.  A partir do momento que formos notificados oficialmente pelo Ministério Público, traremos in loco os fatos, à luz da verdade, com a mesma transparência, de forma esclarecedora, não só para o Ministério Público como para qualquer órgão de imprensa ou a quem possa interessar.

 

Assessoria de Comunicação.

Comentários:

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas de Prefeitura de Itaporã.