PUBLICIDADE

Portal da Transparência  Imuniza Itaporã

Prefeito de Itaporã esclarece demora no início das obras da Ponte sobre o Panambizinho divisa com Douradina

Por: Assessoria de Comunicação
06/07/2020
Obras

Na manhã desta segunda-feira 06 de julho, o prefeito de Itaporã, emitiu uma nota de esclarecimento referente à  demora na construção da nova ponte do Panambizinho travessão (48) na região da Arasselva divisa entre os municípios de Itaporã e Douradina. 

O prefeito reitera que é de conhecimento da administração municipal de Itaporã assim como de Douradina, que a ponte necessita ser refeita. “Vamos construir a ponte com tubulação de galerias, que é um procedimento  moderno, mais seguro e com objetivo de colocar  fim nas pontes de madeira.  O prefeito lembra que outras Pontes já foram construídas e reformadas em parcerias entre a administração de Itaporã e Douradina, nesta não será diferente.

O que a população precisa saber, é, que qualquer obra pública necessita de licitação, e que quando uma empresa ganha uma licitação a prefeitura não pode comprar de outro fornecedor.  Por isso é totalmente diferente de uma obra com recursos próprios. 

Segundo o prefeito de Itaporã, os tubos já foram licitados há mais de quatro meses, porém, a  empresa vencedora do processo licitatório, que vai produzir os  tubos de 1,5m de boca, vem a vários meses enfrentando dificuldades para a fabricação devido a pandemia mundial que estamos vivenciando.  Por isso, o obra está atrasada faltando apenas a entrega desses tubos para inicio da construção da nova ponte. Ainda conforme a empresa responsável pelo fornecimento, a previsão é de aproximadamente mais 20 a 30 dias.
 
Vale lembrar, que por lei  a administração não pode adquirir este material de outra  empresa, e sim somente da ganhadora da licitação. Dado a essas dificuldades o prefeito de Itaporã  vem a público esclarecer os fatos. “ Não basta ir na ponte dizer o que tem que ser feito, isso já temos total conhecimento tanto nós como Douradina, o ideal é apresentar a solução, o ideal é não fazer sensacionalismo. Estamos a disposição para quaisquer esclarecimentos, tanto a administração de Itaporã quanto de Douradina. É preciso compreensão com nossos fornecedores neste momento em que enfrentamos uma pandemia global, contudo, não estamos omissos com nossas responsabilidades e estamos cientes da necessidade de resolver este problema o mais rápido possível." disse o executivo.

Rafael Campos/Assecom